Table of Contents Table of Contents
Previous Page  7 / 124 Next Page
Information
Show Menu
Previous Page 7 / 124 Next Page
Page Background

Enio Pinto

Gerente da Unidade

de Acesso à Inovação

e Tecnologia (UAIT) do

Sebrae Nacional

A nossa energia é basicamente

direcionada para duas frentes: uma

para sensibilizar os empreendedores

quanto à necessidade de inovar, e ou-

tra para viabilizar acesso à inovação.

Uma vez sensibilizados e convencidos

quanto à necessidade de inovar, nós

identificamos os gargalos tecnológicos

dos empreendimentos e os ofertantes

das soluções tecnológicas para suprir

essas necessidades, através do pro-

grama Sebraetec.

O ALI, é o nosso grande canal de

distribuição, pois ele atua no processo

de sensibilização, de mudança da cul-

tura do empresário em relação à ino-

vação, e ele leva o Sebraetec ao em-

preendedor, fazendo a aproximação

da oferta com a demanda, para que o

Sebrae possa viabilizar a consultoria

tecnológica.

Em cinco anos do Programa ALI,

pode-se dizer que foi obtido um cres-

cimento de quase 1.000%, onde ini-

cialmente foram acompanhadas 5 mil

A INOVAÇÃO HOJE NÃO É APENAS

UM DISCURSO DENTRO DO SISTEMA

SEBRAE, É UM FATO CONCRETO.

APENAS

NO ANO DE 2014 FORAM MAIS DE 200

MIL EMPREENDIMENTOS ACOMPANHADOS

EXCLUSIVAMENTE COM INOVAÇÃO.

empresas, e em 2014 chegamos, em todo o Brasil, à mar-

ca de 50 mil empresas acompanhadas pelo Programa,

que tem como um dos principais objetivos a mudança da

cultura das pequenas empresas, transformando a inova-

ção em algo cotidiano, que faça parte do dia-a-dia desses

empreendimentos, deixando de ser algo excepcional e

se tornando em uma ação contínua.

É fundamental que tenhamos em mente que a inova-

ção não é apenas uma agenda do Sebrae, mas trata-se

de uma agenda da economia, do planeta. O mundo vive

uma busca incessante por inovação, e nós não podemos

estar desalinhados com esse princípio: sem inovação os

empreendimentos estão fadados à morte.

PALAVRAS INICIAIS

7